blog

Voltar


Você tem coragem de evoluir?
Publicado em 21.05.2018 // 0 Comentário
Evoluir empretec

Nas duas últimas semanas estive imersa em um dos trabalhos que mais gosto de fazer: coordenar o seminário Empretec. É uma atuação intensa, que dura seis dias seguidos, e apesar disso acontecer bem raramente, emendei dois de uma vez. Sei que isso atrapalha um pouco o andamento dos meus negócios, mas tenho uma paixão verdadeira por este trabalho.

Pra quem não conhece, o Empretec é um seminário que visa desenvolver comportamentos empreendedores, que foram identificados por meio de uma pesquisa com os próprios empreendedores, de todo o mundo, que tinham, em comum, o sucesso de seus negócios.

Em resumo: é um workshop comportamental, de pouquíssima teoria e muita prática, já que ninguém aprende a “se comportar” desta ou daquela maneira por ler algum livro ou ouvindo alguém falar sobre o assunto. Por exemplo: a gente não aprende a andar de bicicleta se não pegar uma e começar a pedalar, por mais que eu tenha lido sobre o assunto.

Se você quiser um pouquinho mais sobre as características de comportamento empreendedor, e sobre o Empretec recomendo a leitura deste meu post.

Porém, hoje quero falar sobre os participantes que passam por este seminário: por tratar de um desenvolvimento comportamental, há muita prática e o aprendizado acontece por meio de vivências dirigidas que servem como um “espelho” para que o participante se veja “praticando” as características de comportamento empreendedor e, a partir de sua autoavaliação, ele já possa preparar, e aplicar, esta mudança de comportamento.

Lógico que, em função disso, existe um pacto de sigilo sobre o que acontece de fato ao longo destes dias, para não acabarmos com o elemento surpresa e o participante não perder a oportunidade de aprender com seu comportamento genuíno.

Mas, o grande barato é que estes participantes chegam pra nós, facilitadores Empretec, de coração e mente abertos. E todos nós ganhamos quando isso acontece! Eles, porque percebem como se comportam e podem mudar e, eu, porque vejo tudo que aprendem, o que me faz aprender também.

O trabalho deles é heróico, na minha opinião. São empreendedores, empresários, que já possuem resultados em seus negócios mas se dispõem a serem melhores do que já são. Já pensou no quanto isso é difícil? Abrir mão de seus pressupostos já bem estabelecidos, de crenças e “modelos mentais” que estão lá há tempos e se predispor a mudar, a melhorar, a olhar para o espelho e debater alternativas “contra” tudo o que você já possui enraizado e que te “levou até aqui”. Na boa? Não é pra qualquer um!

E quer saber de uma coisa? Depois de quase uma semana (o Empretec acontece de segunda a sábado), trabalhando como loucos, pensando muito, mudando profundamente, vivendo em alta intensidade, este novo “modelo de agir”, os caras ainda saem energizados! Pilhados mesmo!

Cheios de garra e gana para melhorar seus negócios, suas vidas, suas comunidades.

E eu? Saio com um sorriso que não bate no rosto, um orgulho que não cabe no peito, completamente apaixonada, pela minha turma!

Para você Empreteco – e somos mais de 300 mil no Brasil – parabéns por fazer a diferença!

E se vc ficou curioso e interessado, procura o SEBRAE  da sua região e se informe de como participar da próxima turma.

Abaixo o registro da última turma de “empretecos”:

 

Gostou deste post? Compartilhe!


0 comentário(s)


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

+ 47 = 53

Assine a Newsletter

Assine e receba meus artigos por e-mail.