blog

Voltar


O Segredo é escutar
Publicado em 24.04.2018 // 0 Comentário
O Segredo é ecutar

Avaliar uma equipe depois de uma atividade importante, um projeto, ou iniciativa, é daquelas questões que muita gente deixa pra depois. Eu entendo. Depois de um trabalho duro, ou um pouco mais tenso, tudo o que mais se deseja é respirar aliviado, né? Mas, se o seu objetivo como líder é o de se desenvolver e, principalmente, desenvolver a sua equipe, respire fundo e prepare-se para um último esforço.

Incluir a avaliação – constante – na sua rotina é parte crucial para você avançar e garantir que os processos sejam executados e melhorados na próxima vez. As dicas a seguir te ajudarão a analisar o desempenho da equipe com eficiência e irão te fornecer informações valiosas sobre como abordar projetos e trabalhos futuros.

1. Revisitar as metas do projeto

Antes de mergulhar nos processos de avaliação, é importante revisitar os objetivos originais do projeto. Dar um passo atrás mesmo. Isso permite que você se conecte melhor com aquilo que foi estabelecido no passado e o coloca no “estado de espírito” certo para tirar conclusões realistas. Se você não tiver uma visão dos resultados finais, que havia se proposto a alcançar, sua avaliação poderá ser distorcida.

2. Entreviste cada membro da equipe

Você pode achar que sabe todas respostas, mas é super importante não ficar no campo raso, dos “achismos”. Conhecer, com exatidão, o que sua equipe pensa que funcionava bem, ou não, é fundamental. Tente descobrir as sensações de cada funcionário, como eles achavam que a dinâmica do grupo funcionaria melhor, quais as preocupações deles e o que eles achavam que poderia ser melhorado.

3. O segredo é escutar

Esta é o tipo da dica que vale pra qualquer coisa. A questão aqui é: dispa-se de todas as suas conclusões pessoais! Preste atenção ao que as pessoas estão te dizendo e até àquilo que não estão te dizendo mas que deveriam fazer. Frequentemente vejo gente pedindo feedback mas que logo retrucam à primeira crítica. Seja empático, mesmo que não concorde, tente entender a verbalização do outro, pelo ponto de vista dele, não o seu.

4. Identifique os principais desafios

Depois destas conversas, sente, reflita e extraia os principais desafios enfrentados durante o projeto. Escreva! Registre! Podem haver problemas óbvios, ou muito sutis, mas é importante analisar cada um deles. As áreas de análise podem incluir prazos que não foram cumpridos, a qualidade do trabalho e se os funcionários receberam as tarefas corretas com base em suas qualificações.

 5. Planeje a próxima vez

Muitos trabalhos em equipe podem ser desperdiçados sem uma análise adequada e planejamento antecipado. O acompanhamento, dos resultados do trabalho, é tão importante quanto o próprio trabalho. Use suas descobertas nas entrevistas para planejar a próxima vez que você se envolver em um ambiente de equipe. Isso será útil em áreas como delegação e definição de prazos em atividades futuras.

Simples, né? E produtivo!

Atitudes como esta proporcionam uma oportunidade de aprendizado com o processo, geram comprometimento e sentimento de grupo e, de quebra, ainda preparam você para desafios futuros.

Gostou deste post? Compartilhe!


0 comentário(s)


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

81 + = 85

Assine a Newsletter

Assine e receba meus artigos por e-mail.